Comprar

4 de Outubro de 2020

Como viajar de forma segura no carro com o seu animal de estimação

Cada vez são mais as pessoas que têm na sua família algum animal. Se for um destes e tiver um cão, um gato ou outro animal, a seguir deixamos-lhe todas as pautas para poder partilhar as suas viagens de carro com estes em total segurança.

Possíveis riscos

Como ocupantes dum veículo, os animais de estimação devem estar bem presos e protegidos. Caso não seja assim, o condutor será exposto a uma multa de 100 euros. No entanto, isto não deverá ser o que mais o preocupa, mas sim a segurança do seu animal de estimação e dos outros passageiros.

Não levarmos o nosso animal de estimação corretamente seguro/preso no veículo supõe uma série de riscos que devemos conhecer:

  • Aumenta a distração do condutor, caso o animal fique nervoso, mexa-se em excesso ou tente fugir.
  • Pode interferir na condução ao subir em cima do condutor ou acionar os sistemas mecânicos do veículo (caixa de velocidades, pedais…).
  • Existe o risco de que ao parar o veículo e abrir a porta o animal fuja, podendo interferir na circulação e provocar um acidente que ponha em risco a vida dos outros utilizadores da via. Algo similar poderia acontecer ao debruçar-se da janela e cair.
  • No caso de travagem, o impacto do animal indevidamente preso pode provocar danos muito graves ou até mesmo mortais para os restantes ocupantes. Para que tenha uma ideia, numa colisão frontal a circular a 50 km/h um cão de tamanho médio (20 kg de peso) multiplicaria por 35 o seu peso, devido ao efeito elefante, e colidiria com os ocupantes do veículo com uma força correspondente a um peso de 700 kg.

Sistemas de retenção

Devemos escolher o sistema de retenção em função do tamanho ou peso do nosso cão, gato ou outro animal de estimação, mas também é imperativo que este se encontre devidamente homologado, o que nos dará a segurança de ter passado pelos diferentes ensaios que garantem a sua eficácia no caso de choque. 

Arnês

Recomendados especialmente para cães. Prendem os animais de estimação mediante o cinto de segurança ou os dispositivos Isofix.  Embora existam arnêses de uma só fita, os mais recomendáveis são os de duas tiras, já que em caso de acidente aguentarão melhor o peso do animal.

Em nenhuma circunstância se deve prender o animal apenas com a trela, já que não é eficaz como elemento para prender e que também pode ferir gravemente o animal no pescoço.

Caixa transportadora

É um dos métodos mais seguros. Para cães grandes que superem os 20 kg, o recomendável é que viagem numa caixa transportadora colocada no porta-bagagens, a qual será colocada o mais perto possível do encosto e em posição transversal em relação à direção do percurso da viajem.

No caso de animais de estimação de pouco volume e peso, estes devem ir numa caixa transportadora encaixada entre o assento da frente e o de trás. Desta forma, evita-se que se movam sem controlo dentro do habitáculo, podendo distrair o condutor.

Nunca devem ser colocados sobre o assento preso por um cinto de segurança, já que provas realizadas evidenciam que a caixa se parte e o animal de estimação sai disparado através da caixa.

Grelha divisória

Permite habilitar o porta-bagagens para o transporte de animais de grande tamanho em veículos com porta atrás ou familiares, dividindo a carga dos ocupantes. As mais seguras e recomendadas são as que são montadas desde o teto do veículo até ao chão do porta-bagagens.

Ainda com isto, não é recomendável que os animais fiquem soltos no porta-bagagens. O melhor é que estejam instalados na sua correspondente caixa transportadora.

Voltar à listagem de notícias

Notícias relacionadas

15 de Março de 2021

O acessório perfeito para condutores, que não ocupa espaço e confere segurança

Um elemento chave que tem especial relevância quando se pretende melhorar a segurança rodoviária é a luz de emergência. Uma mota parada na estrada, seja por avaria ou por incidente, representa uma ameaça para os outros veículos, pois pode gerar inclusive uma colisão se não estiver sinalizada da forma correta.

Ler notícia

15 de Novembro de 2020

O que é o Help Flash?

O Help Flash é uma luz de emergência para salvar vidas na estrada que substituirá os triângulos refletores. Trata-se de um dispositivo de sinalização de emergências na estrada, não só homologada como também recomendada pela Direção-Geral de Viação que torna visível o veículo em questão de segundos desde longas distâncias e em qualquer direção. A ...

Ler notícia

23 de Setembro de 2020

Conselhos de Segurança Rodoviária para ciclistas e condutores

Ontem, 22 de setembro, foi celebrado o Dia Mundial Sem Carros, iniciativa que pretende consciencializar a população das consequências ambientais da utilização massiva do automóvel, promovendo neste dia a utilização de outros meios de mobilidade, como a bicicleta ou os transportes públicos. No entanto, a realidade do dia a dia faz com que ciclistas e ...

Ler notícia