Comprar

23 de Setembro de 2020

Conselhos de Segurança Rodoviária para ciclistas e condutores

Ontem, 22 de setembro, foi celebrado o Dia Mundial Sem Carros, iniciativa que pretende consciencializar a população das consequências ambientais da utilização massiva do automóvel, promovendo neste dia a utilização de outros meios de mobilidade, como a bicicleta ou os transportes públicos. No entanto, a realidade do dia a dia faz com que ciclistas e condutores tenham que conviver nas nossas estradas, para conseguir que esta convivência seja o mais segura possível deixamos os seguintes conselhos:

Caso seja ciclista

Embora existam diferenças entre circular de bicicleta pela cidade ou por estradas interurbanas, existe uma série de obrigações e/ou recomendações, comuns a ambos os tipos de vias, que tem que cumprir

Mantenha a sua bicicleta em bom estado

Reveja com frequência o estado e pressão das rodas, a lubrificação da corrente, os travões e os elementos refletores e de iluminação.

Respeite sempre as normas de trânsito

Quando estiver na sua bicicleta, é mais um veículo, que deve seguir todas as normas de circulação. Isto inclui semáforos, sinais de stop, cedência de passagem, passadeiras, sentido da via…

Utilize sempre o capacete 

Usar o capacete de proteção, devidamente homologado, é obrigatório para condutores e ocupantes caso circulem por vias interurbanas, exceto pequenas exceções (em rampas ascendentes prolongadas, condições extremas de calor ou por razões médicas comprovadas). 

No entanto, não deverá vê-lo como uma obrigação, mas sim como um elemento de proteção contra impactos, que até mesmo na cidade, com velocidades baixas, podem ser muito graves. A Help Flash recomenda a sua utilização indiscriminada por ser um elemento chave para a sua segurança.

Assinale os seus movimentos

Isto é de vital importância já que as bicicletas têm o problema de não dispor de luzes intermitentes. Assinale todas as suas manobras com os braços, para avisar os restantes condutores, especialmente das curvas para a direita e para a esquerda. Para tal, estique o braço com suficiente antecedência, de forma visível e segura na direção do sentido que vai efetuar a curva.

Nada de álcool

A taxa máxima de álcool permitida para os condutores em geral (0,5 g/l de álcool no sangue ou de álcool no ar expirado superior a 0,25 miligramas por litro) também o afeta caso circule de bicicleta, podendo ser requerido para se submeter aos controlos pertinentes.

Nem telemóveis, nem outros recetores 

Lembre-se que é proibido circular de bicicleta e utilizar auriculares conectados a recetores ou reprodutores de som, assim como a utilização do telemóvel. 

Passageiros sim, mas…

Apenas poderá levar um passageiro, num assento adicional homologado, se este tiver menos de sete anos e você for maior de idade.

Caso circule em grupo…

Faça-o sempre em fila indiana ou em paralelo, de dois em dois e nunca em pelotão.

Caso circule à noite. Torne-se visível!

A sua bicicleta deverá estar devidamente equipada com o sistema de iluminação normativo, com a finalidade de que os outros condutores possam visualizá-lo a uma distância de 150 m

À frente deverá ter uma luz de posição na cor branca e atrás uma luz de posição na cor vermelha e um catadióptrico, não triangular, da mesma cor. Opcionalmente poderá acrescentar, para uma maior visibilidade, luz catadióptricos em amarelo auto, nos raios das rodas e dois em cada pedal. 

Além disso, deverá usar, como condutor, uma peça de roupa refletora, caso circule por estradas interurbanas. 

Caso circule na cidade

Para além das normas anteriores deverá ter outras questões específicas para a cidade.

Primeiro de tudo, a sua bicicleta terá que ter obrigatoriamente, para além do equipamento anteriormente descrito, uma campainha que lhe permita avisar os outros utilizadores da via da sua presença. 

A utilização do capacete, neste caso, só é obrigatória para menores de 16 anos, embora recomendemos a sua utilização a todos os ciclistas independentemente da sua idade.

A circulação deverá ser realizada, caso exista, pela ciclovia devidamente delimitada, em vez da faixa de rodagem e nunca pelo passeio.  Quando circular por esta terá prioridade de passagem em relação aos outros veículos.

Para atravessar uma passadeira, caso não exista ciclovia ou passagem específica para ciclistas, deverá sair da bicicleta e atravessar a pé.

Por último, lembre-se que caso exista um obstáculo na via, para a sua ultrapassagem deverá avisar com antecedência e deixar a distância lateral mínima de 1,5 m.

 

Se for condutor

Tanto se for condutor de carro, camião ou mota, a primeira coisa que deverá ter em conta é que na sua interação com o ciclista é este a pessoa vulnerável, pelo que a sua forma de agir na estrada deverá ser no sentido de evitar situações que ponham em risco a sua segurança, para além de todos os outros condutores.

Respeite os ciclistas

Embora circulem a menor velocidade, têm o mesmo direito que você a circular pela via pública. Só as autoestradas são vias de uso exclusivo por parte de veículos a motor, pelo que deverá conceber a bicicleta como mais um elemento de circulação e não como um estorvo.

Reduza a velocidade

Como pauta geral, na presença de ciclistas, reduza a velocidade e circule com precaução

Mantenha a distância de segurança

As bicicletas travam com muita eficácia e existe um risco elevado de acidente por colisão traseira. Não é necessário que esta distância seja tão ampla como quando se circula atrás de outro carro, cerca de 10 metros podem ser suficientes quando o ciclista ou grupo de ciclistas circulam a 30 km/h.

Ultrapasse com segurança

Mantendo sempre a distância de segurança lateral mínima de 1,5 m, com a bicicleta, quando realizar a manobra; mas também evitando ultrapassar outros veículos em faixas de rodagem duplas, quando no momento da ultrapassagem circular um ciclista em sentido contrário, inclusive se o faz pela berma.

Não toque na buzina

Isto pode fazer com que o ciclista se assuste e provocar uma queda. 

Os ciclistas têm prioridade…

Nas passadeiras para bicicletas e caso circulem em grupo, se o primeiro iniciou o cruzamento ou entrado na rotunda.

Se circular pela cidade…

Poderá encontrar-se com faixas de rodagens partilhadas, que estarão sinalizadas adequadamente. Respeite sempre a velocidade indicada nestas, que costuma ser de 30 km/h. Da mesma forma, não invada nem estacione em ciclovias.

Voltar à listagem de notícias

Notícias relacionadas

Triângulos de emergência Help Flash

22 de Setembro de 2021

Songlist Help Flash I: triângulos de pré-sinalização

Já o devem ter ouvido: os triângulos têm os seus dias contados. Os de sinalização, claro, que os outros continuam a estar no auge: em Filmin, por exemplo, a pesquisa “triângulo amoroso” tem 309 resultados. Caso sejam fãs de binge watching. Ou de outras coisas.

Ler notícia

20 de Maio de 2021

Help Flash Smart premiado entre As 100 Melhores Ideias do ano por El Mundo Actualidad Económica

A invenção espanhola das luzes V-16, na sua versão inteligente, foi selecionada entre os projetos mais inovadores de 2021 na categoria de conectividade. Este ano, em repetição do que foi feito os outros anos, o jornal El Mundo e a sua revista Actualidad Económica premiou as melhores inovações do sector empresarial espanhol.

Ler notícia

10 de Maio de 2021

A passadeira inteligente que se adapta aos peões

As passadeiras foram concebidas para garantir que os peões atravessem de um passeio para o outro de forma segura. No entanto, isto nem sempre é cumprido. Durante o ano de 2020 morreram atropeladas 91 pessoas. Para evitar isto, seria necessário melhorar as infraestruturas, mas também uma maior consciencialização para os condutores, no sentido de intensificarem a precaução dentro das cidades e para os peões, de forma a evitarem atravessar a rua de uma forma indevida.

Ler notícia